Listas

Livros que Ninguém Deveria Ler

Já fiz várias listas com indicações de livros aqui no blog. Já escrevi livros que todo mundo deveria ler, livros para quem não gosta de ler, entre vários outros. Mas hoje é justamente o contrário, são livros que ninguém deveria se dar ao trabalho de ler.

Quando comecei a listar os livros que entrariam nessa lista, percebi que alguns deles estavam entrando apenas porque os achei muito chatos e um baita desperdício de tempo. Como isso não é motivo para dizer que não deveriam ser lidos, fui cortando vários e cheguei em uma lista de quatro livros que possuem algo em comum. 

Todos esses que continuaram são aclamados por várias pessoas. Talvez alguns deles até choquem alguns como O Orfanato da Senhorita Peregrine, mas a verdade é que eles possuem alguns pontos absurdos e extremamente errados que os leitores consideraram normais. 

Pela primeira vez, vou seguir uma ordem em minhas listas. O último livro será o mais absurdo para mim!

4. O Xangô de Baker Street 

Esse é o mais leve da lista, de longe. Ele possui vários pontos que me irritam como a linguagem extremamente degradante, porém, sei que é um estilo de escrita. Quem estudou literatura na escola sabe que existe uma escola literária que possui essa característica de querer dar características animais aos humanos. O Cortiço é um ótimo exemplo disso. 

Mesmo sendo um estilo de escrita que eu detesto, não posso falar muito. O problema para mim é que Jô Soares (sim, ele é o autor) tentou misturar isso com uma história do Sherlock Holmes e não deu nada certo.

Já dá para perceber que tem algo errado pelo tamanho do livro. As histórias do Sherlock Holmes geralmente são contadas em torno de 100 páginas. O Xangô de Baker Street tem 350. E acreditem em mim, eu conheço os livros do Sherlock Holmes, tenho vários deles e sei que são histórias curtas. 

Como se isso já não bastasse, destruíram a imagem do Sherlock Holmes. Não vou criticar o fato de ele falar português. Quando se fala do detetive, não existem dúvidas de que ele realmente aprenderia o idioma se tivesse a oportunidade. Mas as ações que ele tomava, as coisas que falava… Simplesmente não eram ele. 

E, por fim, o livro é um saco. Esse foi o único da lista que realmente não consegui terminar. Estava quase na metade e o Sherlock não havia nem começado a desenvolver o mistério. Aliás, isso já mostra um outro problema: nem o mistério era interessante! 

3. Sob a Luz da Lua

Quem acompanha o blog já está cansado de saber minha opinião sobre esse livro. O que era para ser um triângulo amoroso entre lobisomens acabou se tornando algo extremamente machista e pior, os leitores gostaram. 

Antes de tudo, tenho que fazer duas considerações. A primeira é o período em que o livro foi escrito. Em 2011, as pessoas ainda eram super machistas e romantizavam algumas coisas que hoje seriam consideradas absurdas. A segunda coisa é que é uma história de lobisomens. Toda essa história de macho alfa por si só já é machista.

O problema que vejo aqui é como Ren e Shay se comportam com Calla. Eles gostam dela, é verdade. Ninguém provou isso melhor do que Ren, mas o jeito que eles agem é simplesmente ridículo. 

O correto de um triângulo amoroso, na minha opinião seria “fique comigo, eu te amo” e não “fique comigo, eu sou melhor que ele”. Durante o livro inteiro, um fica constantemente tentando provar que é melhor que o outro. 

A cena mais horrível do livro inteiro para mim foi quando eles estavam no refeitório da escola e Calla, por medo da reação de Ren, teve que sentar no colo dele enquanto ele e Shay ficavam se encarando e trocando farpas igual duas crianças. Me poupe!

2. O Orfanato da Senhorita Peregrine Para Crianças Peculiares

Esse é outro livro que achei super chato. Também não está aqui por isso, mas acho necessário comentar. As coisas só começam a acontecer de fato depois de umas 100 páginas, ou seja, quase na metade do livro. 

Eu entendo que é difícil o livro começar e já prender o leitor, muitas coisas devem ser explicadas no começo e as vezes isso fica um pouco desinteressante. Mas 100 páginas também já é demais. 

Mas esse não é o motivo para o livro ter entrado na lista. O motivo é a tentativa péssima de fazer um casal romântico. Colocaram uma mulher (não é uma menina) para se apaixonar por um adolescente apenas porque ele se parecia com o avô dele. 

Como a narrativa fica constantemente dizendo que é um orfanato com crianças, isso dá a entender que são todos de fato crianças, quando, na realidade, a única coisa que continua a mesma é o corpo deles. A mente passou por todos os anos que eles viveram, tudo mudou na cabeça deles. 

É verdade que muitos ainda possuem atitudes extremamente infantis, mas isso é por conta do ambiente em que foram criados. Se formos parar para pensar, as pessoas no mundo real só se tornam adultas e começam a trabalhar, estudar, etc, porque são obrigados a isso. O mundo entende que a partir de uma certa idade, as crianças se tornam adolescentes, depois adultas e em cada período possuem atividades que devem realizar.

A única diferença é que naquele mundo congelado onde as “crianças” vivem, elas não são obrigadas a fazer outras coisas. Mas sim, suas mentes e pensamentos mudaram. Por isso, colocar uma mulher com dezenas de anos para se “apaixonar” por um adolescente, nada mais é do que pedofilia. 

E digo mais, esse relacionamento inteiro era abusivo. Já de início ficou claro que ela ficou interessada pelo personagem principal porque ele era parecido com o avô dele. Pense nessa situação, você estar apaixonado por alguém da mesma idade que seu avô! Depois disso, ela passa a incomodá-lo constantemente, achando que assim ele vai gostar dela. E o pior, isso acontece!

1. Coisas Inatingíveis 

Já esse aqui passou por cima de qualquer coisa aceitável. Ninguém sabe como um estupro é traumatizante até realmente passar por isso, mas o autor escreveu como se fosse possível esquecer que isso aconteceu dois segundos depois. 

Esse livro menospreza vários e vários problemas seríssimos como estupro, abuso sexual, assassinato, suicídio, abuso de drogas. Preciso dizer mais alguma coisa? Na sinopse, parece que será um livro onde os adolescentes decidem aproveitar a vida, quando o que realmente acontece é que a vida deles vai por ladeira abaixo constantemente, mas tudo bem porque eles ainda podem fumar e transar. 

Li todo o livro em apenas uma tarde, é verdade, mas apenas porque eu estava muito inspirada. Já expliquei minha tática dos R$10 para livros desconhecidos. Se for bom, fiz uma descoberta muito barata, se for ruim, não é um valor tão alto jogado fora. Esse foi um dos casos em que o dinheiro foi praticamente rasgado. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: