Listas

TOP 10: Os melhores/piores livros dos autores

Listando os melhores e piores livros de 10 autores escolhidos.

Eu tô na vibe de fazer uns TOP 10 diferenciados, né? Hahaha. Dessa vez, vai funcionar dessa forma: Eu peguei 10 autores e, dentre os livros que li de cada, peguei o melhor livro dele (no caso, meu favorito) e o pior (o que menos gostei) e as posições foram definidas conforme a diferença de qualidade, conforme eu achar uma mais gritante que a outra, a posição será maior.

O primeiro livro citado será o melhor, o segundo, o pior.

Vocês vão entender na prática, haha. Bora começar.

10) Jane Austen: Orgulho e Preconceito x Persuasão

jane

Orgulho e Preconceito é meu livro favorito da vida, eu realmente sou muito apaixonada por Lizzy e Darcy. Aquela carta que o Darcy escreve para ela do meio pro final… Sem comentários, meu coração até hoje está se recuperando.

Eu realmente amo esse livro com todas as minhas forças, foi meu primeiro livro da Jane, uma das minhas autoras favoritas, e acredito que me encantei principalmente por esse contato direto com a época, que então era estranha para mim, foi incrível, aquela leitura que terminei e nunca mais esqueci, ficou marcada no coração.

Enquanto Persuasão foi a última obra lida da autora, tendo me decepcionado consideravelmente.

É uma leitura arrastada, eu julguei que faltou certo desenvolvimento no início, para explicar melhor toda a situação de Anne e Wentworth, pareceu-me tudo muito jogado, não sei. Além disso, nem um dos personagens me marcou muito, eu demorei até pra lembrar o nome dos protagonistas aqui. A única coisa que eu lembrei é que tem uns 30 Charles, misericórdia, eu confundia toda hora qual era qual.

A premissa é a única coisa interessante dentre tudo, mas para falar a verdade, o casal não me convenceu muito. Então foi uma leitura bem chatinha mesmo. Mas sabe, ainda dá pra reconhecer a identidade da Jane ali, a carta do Wentworth não é nada comparada a do Darcy, mas mesmo assim dá pra sentir um quentinho no coração. Então eu vou deixar na menor posição dessa lista, pois tem sua qualidade sim, apenas não se compara aos outros livros da autora, que é incrível.

Caveman Spongebob Spongegar GIF - Spongebob Spongegar Caveman GIFs

9) Lisa Kleypas: Pecados no Inverno x Um Sedutor sem Coração

lisa

Temos um TOP 10 da Lisa aqui, vou deixar linkado no nome dela, ela é uma das minhas autoras favoritas, tanto de romance de época, quanto no geral mesmo. Nesse post citado eu já tinha deixado Pecados no Inverno no primeiro lugar, ele segue sendo meu favorito. Não é um livro perfeitoooo, mas eu acho fantástico. A Evie é uma mocinha fantástica que vai crescendo conforme a narrativa vai passando e o Sebastian era um vilão no livro anterior! Tipo, como não amar?

As situações que eles se encontram também são de tirar o fôlego e aquecer o coração, eu amo muito esse casal, esse livro, a escrita da Lisa. Tudo ornou para um livro marcante. Agora, Um Sedutor Sem Coração é um livro muito morno.

Até metade do livro eu só queria terminar logo, porque a protagonista é muito chata e seu par também não chama muito atenção, não dá pra sentir aquela coisa entre eles, sabe? Porém, hei de ressaltar, da metade pro fim o livro dá uma guinada e já prende mais, dá mais prazer na leitura. Os personagens secundários são muito mais interessantes que os principais e eu direi por mim, foram as únicas coisas que me fizeram chegar no final desse livro.

Kathleen e Devon são um casal bem tanto faz e, se comparados a Evie e Sebastian, nossa… Não tem comparação, simplesmente. Tem um abismo gigante de diferença. Os últimos carregam facilmente um livro sozinhos nas costas, até mais se duvidar. Os primeiros não tem tamanho culhão.

E fica em 9° lugar porque, embora tenha uma diferença gritante, o final ainda mostra certa salvação, ainda tem algo produtivo ali no meio. As outras posições talvez não tenham essa sorte.

Meh Trump GIF - Meh Trump POTUS GIFs

8) Tessa Dare: Uma Semana Para se Perder x A Noiva do Capitão

tessa.jpg

Eu sou loucamente apaixonada pelo primeiro! É um livro perfeito quando falamos de romances de época. Minerva e Colin são lindos juntos, separados, de qualquer forma! As histórias loucas inventadas por ele, a perspicácia da Minerva… É uma obra super divertida, romântica, hot na medida certa com algumas reviravoltas de tirar o fôlego. Você torce pelos protagonistas a todo momento, mesmo que em alguns, as atitudes deles possam parecer erradas.

É um livro diferenciado, muito criativo, original que fica pra sempre na memória, o que vai contra A Noiva do Capitão. Temos pontos positivos ainda, a parte das lagostas é engraçada e interessante, mas Madeline e Logan não tem química, graça, nem qualquer outra coisa. Eu até gostei dela, mas ele é muito chato, autoritário.

Muita gente até gosta desse livro, eu não. Passei longe disso, fiquei desconfortável com algumas ações do Logan e achei que faltaram muitas coisas para tornar a obra legal. Há uma divergência realmente bem grande entre as duas obras, mas, novamente, temos bastante identidade da autora em A Noiva do Capitão. Temos personagens secundários intrigantes, diálogos espirituosos. É pouca coisa que se salva, mas existe.

Friends Joey GIF - Friends Joey IDontKnow GIFs

7) Cassandra Clare: Princesa Mecânica x Cidade das Cinzas.

cassie.jpg

Até minha autora favorita pisa na bola às vezes, não tenho como negar. Princesa Mecânica é simplesmente o livro da minha vida. Eu chorei muito no final dele, muito. Não sou de chorar com livro, mas aqui quase desidratei de tantas lágrimas, é um livro que pegou meu coração, arrancou ele fora e depois colocou de volta no lugar. E nunca me fez esquecer.

São tantas reviravoltas incríveis, tantos personagens perfeitos… Pela primeira vez na vida eu amei um triângulo amoroso e não sabia qual dos mocinhos era mais perfeito, eu amo Jem, amo muito o Will. Acho que eu acabaria ficando com o Will, mas aff!! Jem, eu também te amo muito, por que não formamos um trisal? Hahaha.

A parte novelesca e dramática é de matar mesmo, muito bem escrito, pensado. Eu amo tanto essa trilogia, Deus do céu, sou completamente apaixonada.

Agora, falando do pior… Instrumentos Mortais é de fato a série mais fraquinha da Cassandra, tanto que foi a primeira, e eu não gosto nada de Cidade das Cinzas, acho bastante tedioso.

Tem sua utilidade, por óbvio, a parte do navio ou até da corte Seelie, Simon virando vampiro, é tudo bem intrigante e chama atenção, mas eu achei o livro tão chatinho. Lembro muito bem que na época eu viciei minha melhor amiga na série também e nós duas desgostamos desse segundo volume. Queríamos reler porque tinha sido tão chato que não entendíamos algumas coisas do terceiro. Nunca tive essa coragem de pegar pra ler de novo, não.

Talvez se eu lesse hoje minha experiência fosse um pouco melhor, sei lá, porém, quando eu li foi bem decepcionante, chatinho, demorou pra engatar, tinha muitas tramas dispensáveis… Enfim, vou deixar em 7 porque Princesa Mecânica é um livro perfeito, sem defeitos, comprou total minha alma, enquanto Cidade das Cinzas não foi muito legal nem memorável.

Agreed Nick Kroll GIF - Agreed NickKroll IAgree GIFs

6) Sarah J. Maas: Corte de Névoa e Fúria x Império de Tempestades.

sarah j maas.jpg

Tem resenha de ambos, Corte aqui no blog, Império no Insta e skoob. Corte de Névoa e Fúria é cheio de plot twist, surpresa, ação, romance. É um livro longo e tem motivo para tanto, é incrível, trabalha todo tipo de tema de forma fenomenal. Eu amei esse livro, mais até que o desfecho.

Ele tem uma escrita fácil que te prende com sutileza, já falando de Império de Tempestades, acho que o grande ponto é que Trono de Vidro saturou, os três primeiros livros são legais, intrigantes, mas a partir do quarto, na minha singela opinião, é muito personagem, muito enredo junto, isso acaba tornando a leitura deveras cansativa e desagradável.

Eu fui ler Império e mal lembrava dos personagens que eram citados, porque eram muitos e vários deles pareciam não ter utilidade na trama principal, o que me irritou bastante. Era uma série verdadeiramente promissora, mas acho que no meio de tanto plot twist, a Sarah acabou se perdendo, e esse quinto volume é uma clara prova disso. Ela teve muitas ideias ao mesmo tempo que não acho terem ficado favoráveis juntas. Ficou cansativo, arrastado.

As cenas de ação, conflitos, são muito boas e penso serem o único lado realmente positivo desse livro. Ah, além de Dorian e Manon, eu não gostava dela quando apareceu pelas primeiras vezes, mas agora tô super shippando e quero ler o último livro principalmente pra saber sobre esse casal prometido.

Aelin e Rowan eu gostava mas acho que também acabou saturando. Está tudo muito saturado em Trono, Sarah de fato não soube a hora de parar.

Ugh Face GIF - NickKroll Drag Shocked GIFs

5) Colleen Hoover: Um Caso Perdido x Pausa

colleen.jpg

Aqui eu assumo que não sou uma grande conhecedora da escritora, ela tem muitos livros publicados e por enquanto eu li só uns cinco, mas considerando estes que trouxe essa constatação acho que dificilmente, com a leitura de outros, será mudada.

Um Caso Perdido é um livro maravilhoso, um dos meus favoritos de todos os tempos. Ele é muito pesado, mas ao mesmo tempo, com a escrita da Colleen, se torna leve, fluido. Uma indicação que eu sempre dou para minhas amigas, porque é um livro tocante, forte, que traz várias reflexões e nos faz valorizar um pouco mais a nossa vida, podia ser muito pior.

Deu pra ver como a autora se entregou para escrevê-lo, ao passo que Pausa eu a senti escrevendo por obrigação. Métrica já não é lá grandes coisas, aí ela foi e continuou algo que já tinha um desfecho satisfatório. Não é à toa que está no TOP 10 de séries de livros que abandonei. Pausa é muito inferior aos livros da Colleen Hoover, eu ainda não li muito dela, é verdade, mas não imagino como possa ser pior, de verdade, haha.

Girlbye Okay GIF - Girlbye Girl Bye GIFs

4) Julia Quinn: Os Segredos de Colin Bridgerton x Os Mistérios de Sir Richard

julia

Não vai ser novidade pra ninguém o que está disposto aqui em cima, e eu não poderia deixar esta comparação em específico de fora. Como vocês bem sabem, o quarto volume de Os Bridgertons é meu romance de época favorito de todos. Amo com todas as minhas forças e nem vou me alongar muito, tem milhares de posts meus falando sobre isso, hahaha. No tempo em que o desfecho de O Quarteto Smythe-Smith só marca presença em listas negativas, como Os Piores Romances de Época que Já li.

Os Segredos de Colin Bridgerton utiliza de um clichê (a menina feia conquistando o cara popular que sempre quis), mas usa isso a seu favor, colocando a identidade Julia Quinn na trama, com diálogos espirituosos, revelações bombásticas, e um casal maravilhoso que vem prometendo desde o primeiro livro. Foi toda uma construção que foi tornando esse livro tão esperado e amado por mim.

Os Mistérios de Sir Richard não carrega nada dessa identidade Julia Quinn, não tem diálogos espirituosos, as tramas são forçadas, o casal não tem química nenhuma e os personagens secundários são tão horríveis que eu não lembro o nome de nenhum.

O “mistério” do tal Richard pode até ser realista considerando a época, mas num livro ficou muito mal colocado, porque o nosso par acaba ficando junto de uma forma inteiramente manipulada pelo mocinho, e sabe, mesmo que seja um romance de época e que eu adore realismo, se eu estou lendo um romance, é porque quero ver romance. Se fosse pra ver realidade eu leria uma biografia, uma enciclopédia, quem sabe até um romance histórico? De época não, porque estes tem como marca registrada o bom humor, sendo que eu não encontrei nada disso nesta obra.

É um drama chato que não convence e que mudou muito a perspectiva de qualquer livro da Julia Quinn. Vai ficar numa posição alta justamente por eu ter sentido falta disso, desse toque que só ela sabe dar na escrita. Sem isso, ela se torna uma escritora qualquer, mediana.

Nao Era GIF - Nao Era Pra GIFs

3) Sarah MacLean: Nove Regras a Ignorar antes de se Apaixonar x Entre a Culpa e o Desejo

page.jpg

Essa colocação é outra que, para quem acompanha o blog, não vai ser novidade. Eu vivo reclamando desse segundo livro e vivo exaltando o primeiro.

Nove Regras é incrível, consegue ser original mesmo com o clichê nítido, carrega uma ótima dose de humor, sensualidade, drama. É tudo bem balanceado e eu não consegui parar de ler esse livro, tive que lê-lo de uma vez, porque é fantástico, os protagonistas são lindos, os secundários também chamam a atenção, é tudo muito intrigante. A Sarah entregou muito nesse livro, deu para ver o esforço e o carinho por trás de cada palavra.

Entre a Culpa e o Desejo, mesmo que muitas pessoas adorem, eu detesto. Muito morno, a trama fica dando voltas, demora pra começar a andar, a personalidade da mocinha é estereotipada ao extremo, além de ser forçada, deixando todo o resto do enredo muito forçado. Foi um livro que eu me obriguei a terminar, extremamente decepcionante. Cross é um mocinho tão sem atrativos que chegava a me dar sono, talvez se ele fosse um pouquinho mais interessante eu já teria gostando um tantinho a mais dessa obra, não foi o caso.

E graças a Entre a Culpa e o Desejo que eu desisti de continuar a série. Muita gente adora O Clube dos Canalhas, mas pra mim, tudo pareceu muito abrupto. No primeiro livro o mocinho sequestra a mocinha, o que é um tanto desagradável, e nesse tem essa forçação de barra do cacete.

Eu acho que a Sarah podia bem mais que isso, Nove Regras é a prova disso. Uma pena que nem sempre ela acerta.

Eye Rolling GIF - Eye Rolling Eyes GIFs

2) Rick Riordan: A Batalha do Labirinto x O Sangue do Olimpo

rick riordan

Esse aqui é velho, hein? Hahaha, faz bastante tempo que li ambos os livros, mas as impressões ficaram. Eu adoro Percy Jackson, foi uma das minhas primeiras leituras de verdade e eu guardarei eternamente com muito carinho no meu coração. Marcou época na minha vida.

A Batalha do Labirinto foi meu favorito dos cinco volumes, o labirinto era uma ambientação absurdamente intrigante em todos os aspectos, os personagens já estão mais maduros, então fica mais fácil de “lidar” com eles, e temos cenas engraçadas, de aventura, ação. Tudo junto. Eu amo, foi um livro eletrizante que me prendeu do início ao fim.

Enquanto Sangue do Olimpo é mais uma situação em que o autor não soube o tempo de parar. Percy já tinha fechado seu ciclo, não penso haver necessidade para ter mais cinco livros com ele. Ah, e claro, se não bastasse tirar nosso pobre Percy da calmaria, o último livro o tira da paz e mesmo assim não tem narrativa da parte dele. Recordo-me que esse fato deixou o fandom em pólvora, com total razão.

10 livros acompanhando o moço para não termos uma despedida legal? Coisa chata.

O enredo em si também foi terrível, saímos de um livro eletrizante com várias revelações e circunstâncias inacreditáveis para chegarmos nesse, com um desfecho super levado às coxas, mal feito, sem emoção.

Eu preferia que tivesse finalizado em A Casa de Hades, faltaria explicações, mas ao menos teria sido algo com a mínima qualidade. O Sangue do Olimpo tá aí só pra tirar nosso dinheiro. Tio Rick perdeu muito a habilidade de escrita e a humildade também.

Computer Gretchen GIF - Computer Gretchen ICarly GIFs

1) Kiera Cass: A Elite x A Coroa

kiera.jpg

Amo A Seleção, também falo sempre aqui no blog e o maior erro da história literária foi continuar a trilogia. Além de não haver necessidade, foi um trabalho imensamente mal feito, mal estruturado.

A Elite é um livro carregado de emoção, trazendo muitos sentimentos diferenciados e tendo algumas revelações inesperadas. Para mim é de longe o melhor da trilogia, eu adoro intrigas, e aqui isso não falta, tem de todo tipo! Tem a questão da Marlee, do rei Clarkson, Maxon e as outras selecionadas… Resumindo, tem muitaaaa coisa nesse livro, li em poucas horas, a escrita da Kiera sempre é esplendida.

E olha, muita gente pode vir discutir comigo que A Sereia é pior que A Coroa, penso eu que de fato chega próximo, mas sabe porque o último é pior?

Porque além de não ser natural, é completamente sem sentido! A Sereia, apesar dos pesares, tem a invenção de um mundo, é um universo meio merda? Sim, mas tudo é justificado por ser um mundo integralmente fictício. A Coroa é distopia, utiliza vários fatores da nossa realidade e assim, Eadlyn decide mudar a monarquia para parlamentar de uma hora pra outra, isso é extremamente pedante! O romance prometido também é pavoroso de ruim, muito jogado, Eadlyn é insuportável, né? Nem vou entrar no mérito.

Em resumo, A Coroa é pior porque falta coerência, coesão, com a própria realidade da obra e também com a nossa. Não basta ser ruim, falta sentido, e acho que foi a maior queda de qualidade que já vi em toda minha vida literária. Uma trilogia fantástica sendo jogada no lixo por causa dessa continuação bosta. Eu finjo que os dois últimos livros nem existem, só mantenho na minha estante pela beleza das capas, mas em questão de gosto, eu podia muito bem jogar no lixo.

Pandlr Angry GIF - Pandlr Angry Mad GIFs

[Meu Skoob para quem quer estar por dentro de minhas próximas leituras]

um comentário

  1. Da lista eu só li o da Jane Austen e concordo com a avaliação, também achei o Persuasão meio lento. Quanto aos outros alguns vão para minha lista de futuras leituras. Tem post novo lá no blog com uma resenha do livro da Kerri Maniscalco, vai lá dá uma olhadinha.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: