Listas

TOP 10: debates e palestras da Bienal do Rio

Uma das coisas que acho mais legal da Bienal do Rio é a quantidade de discussões que ela proporciona. Esse ano, levantamos um debate intenso sobre a questão LGBT (que já falei especificamente sobre isso nesse post), mas várias outras que não foram tão comentadas também ocorreram.

Infelizmente, por vários motivos, não assistimos nada. Ou era o lançamento da Thais, ou o horário não batia e principalmente, aqueles que eu mais queria assistir não eram nos dias que estávamos lá.

Mas mesmo assim muita coisa aconteceu, então decidi fazer uma lista com os temas mais interessantes. Foi realmente difícil decidir sobre quais falar aqui, por isso, além da lista com os melhores, ainda teremos um apanhado geral dos outros assuntos.

1. OFICINA: FUNDAÇÃO DORINA NOWILL

Como uma cortina de teatro, a clareira se abre para um dos momentos mais lindos do espaço infantil: a interação de crianças vidente e com deficiência visual. Oficinas do “Brincar Sem Fronteiras”, promovida pela Fundação Dorina, convidam os pequenos a jogos e brincadeiras que articulem aspectos cognitivos, afetivos, sociais e culturais na perspectiva do respeito às diferenças e da superação das desigualdades. Serão três kits de materiais lúdicos com tangram, super trunfo, adaptado para os propósitos educacionais, quebra-cabeça, jogo de tabuleiro e uma plataforma de jogo eletrônico sobre sustentabilidade, formação do povo brasileiro e a inclusão.

Diferente do que a maioria pensa, a Bienal não é um evento relacionado apenas a livros e é muito legal ver que os surdos foram incluídos nesse processo. É difícil, mesmo atualmente, encontrar coisas adaptadas para os deficientes auditivos e então é bom ver que pensaram neles também.

2. AMOR, O PRÓPRIO

Convidados: Gui Pintto, Iandê Albuquerque e Luly Trigo
*Mediadora: Leticia Pires*

Uma mesa sobre empoderamento pessoal. Gui Pintto, Iandê Albuquerque e Luly Trigo conversam sobre suas obras e também sobre a importância de se valorizar – Seja diante de um relacionamento complicado, seja em uma situação de preconceito ou mesmo nas pequenas grandes aventuras do dia a dia. Com mediação da cineasta e roteirista Leticia Pires.

O Filme It parte 2 mostrou que existem duas formas de ser pequeno, seja física ou emocionalmente. É importante debater sobre o assunto, principalmente enquanto muitas pessoas ainda banalizam a saúde mental. Amor próprio consegue ajudar nas mais diversas situações e autoestima é uma das habilidades que mais devem ser desenvolvidas.

3. MEIO AMBIENTE, AMBIENTE DE TODOS NÓS

Convidados: Ailton Krenak, Cristina Serra e Ana Lúcia Azevedo
*Mediador: Emanuel Alencar*

Duas jornalistas que acompanharam de perto as tragédias em Mariana e Brumadinho, e um dos principais líderes indígenas do país discutem a ação nociva do homem sobre a natureza, além da parte que cabe a cada um na preservação do planeta. A mediação é do jornalista Emanuel Alencar.

Em uma época de tantas discussões sobre o meio ambiente, é interessante ouvir a opinião de pessoas que estão próximas a isso, principalmente relembrando o que já aconteceu no passado. Não dizem que essa é a função da história? Aprender os erros do passado para não repeti-los? Mesmo vendo tudo que aconteceu em Mariana, permitimos que acontecesse igual em Brumadinho e estamos fazendo ainda pior na Floresta Amazônica.

4. FEMINISMOS

Convidadas: Heloisa Buarque de Hollanda, Giovana Xavier, Maria Isabel Iorio e Mariana Ximenes
*Mediadora: Renata Izaal*

Ainda há um longo caminho a percorrer, mas é inegável que o movimento feminista vem ganhando força e novas vozes, abrindo caminhos para um futuro mais igualitário. O encontro de mulheres notáveis será mediado pela jornalista Renata Izaal, coordenadora do Projeto Celina do jornal O Globo. *Antes do debate, a atriz Mariana Ximenes interpretará um texto de Virginia Woolf.

É uma batalha diária pela conquista de nossos direitos, mas é maravilhoso ouvir as histórias daquelas que venceram milhares de preconceitos. Cada uma delas “pertence” à uma área completamente da outra, mas todas devem ter escutado que só chegaram onde chegaram por conta do corpo. O que mais elas têm em comum? Todas elas mandaram aqueles que disseram isso para a pqp.

5. FELICIDADE QUE NÃO SE COMPRA

Convidados: Haemin Sunin, Pedro Salomão e Luiz Gaziri
*Mediadora: Melina Dalboni*

Está difícil se sentir realizado diante daqueles momentos incríveis compartilhados pelos amigos nas redes, e que nem de longe se assemelham à sua realidade? Saiba que a felicidade pode ser bem mais simples, só depende de você, contam os participantes do debate, mediado pela jornalista Melina Dalboni.

A internet trouxe milhares de coisas boas, mas não é atoa que uma das doenças mais presentes atualmente é a depressão. Estamos cansados de saber que a grande maioria dos perfis das redes sociais são baseados em mentiras, mas mesmo assim é difícil ver todos viajando nas férias enquanto continuamos em casa.

6. VIDA DIGITAL

Convidada: Rosana Hermann

A revolução digital alterou totalmente nossos comportamentos, nossas relações, nossas vidas, o mundo. Junto com os magníficos ganhos, vieram algumas perdas e novos problemas, para os quais ainda não temos soluções, como as fake news e o vício pelo celular. Para alcançarmos um novo equilíbrio e encontrarmos o nosso Bem Estar Digital é preciso repensar esse processo evolutivo e lidar com todas as suas instâncias, com sabedoria e com a mente aberta para o novo.

Complementando o assunto interior, mostrando os problemas que a internet, principalmente utilizada de maneira errada, pode trazer.

7. O PROFESSOR COMUNICADOR

Convidado: Ruy Jobim

Ruy Jobim em 60 minutos explica de forma clara e bem humorada que é possível ter didática com facilidade em aprender. Tradicionalmente as aulas e valores são iguais para todos os alunos, assim como as avaliações. Uma verdadeira fábrica de ensino onde muitos alunos não conseguem acompanhar. Podemos variar os métodos de ensino focando em pessoas e características individuais. Não é nada fácil o entretenimento ser abordado em sala de aula e muitas vezes o aluno confunde a liberdade. Vamos falar sobre isso. Existe uma forma eficaz de manter o aluno informado fazendo um paralelo entre professor e comunicador. Com 35 anos de experiência como comunicador de rádio e 25 anos como professor, Ruy Jobim utiliza em suas aulas o perfil do comunicador de rádio, onde o aluno compreende o conteúdo de forma criativa e interativa, buscando sempre o “pensar”.

É triste pensar em como as escolas estão hoje. Dane-se a criatividade, o que importa é ela passar no vestibular. Cada vez mais os investimentos são cortados, pensam menos naquilo que realmente vai ser útil na vida do jovem e mais em como ele vai fazer para conseguir um emprego. Não parece meio errado?

8. AMAZÔNIA, TERRA DE QUEM?

Convidados: Márcio Souza, Larry Rohter e Sérgio Abranches
*Mediador: Agostinho Vieira*

“Pulmão do mundo”, “patrimônio verde da Humanidade”, a Amazônia clama por políticas públicas que contemplem desenvolvimento sustentável e bioversidade. O escritor manauara Márcio Souza, o jornalista americano Larry Rohter e o sociólogo e cientista político Sérgio Abranches conversam com o jornalista Agostinho Vieira, do projeto Colabora, sobre a história e o futuro da região.

Já ouvimos a opinião de muitas pessoas sobre o assunto, mas é interessante ver uma conversa entre pessoas de áreas totalmente diferentes e, no caso, até países diferentes.

9. UM ENCONTRO SOBRE FÉ, DIVERSIDADE E AMOR

Convidados: Pastor Henrique Vieira e Alan Barbieri
*Mediadora: Claudia Alves*

Pastor Henrique Vieira e o sacerdote de Umbanda Alan Barbieri serão mediados pela jornalista Claudia Alves em uma conversa que abordará fé e religião de forma prismática, construindo um diálogo com diferentes religiões e com o público.

Acredito que esse seja o mais interessante. Duas personalidades representando suas religiões em uma discussão civilizada.

10. IGUALDADE DE GÊNERO

Convidados: Ellora, Mel Duarte, Spartakus e Jarid Arraes
*Mediadora: Claudia Sardinha*

Idealizada para ser uma mesa que discuta o lugar da mulher e do homem na sociedade atual, o papel da juventude nessa militância e das plataformas digitais.

É extremamente importante ensinar os jovens, principalmente mulheres, a lutarem por seus direitos, mas também é óbvio que não podemos parar as coisas nessa geração, temos que continuar pelas próximas.


Foi muito, mas muito difícil escolher sobre quais falar aqui. Claro que muitos não são apenas sobre livros, a maioria aborda outros assuntos, mas é muito bom ver isso ser discutido na Bienal.

Por conta disso, a próxima lista são com mais algumas conversas que aconteceram na Bienal e que também chamaram minha atenção. Dava para fazer um segundo post sobre isso sem problema algum.

  1. O QUE VOU SER QUANDO CRESCER E COMO CHEGAR LÁ: A IMPORTÂNCIA DA LEITURA
  2. ESPERANÇA, FÉ E JUVENTUDE NA ATUALIDADE
  3. A CONSTRUÇÃO DO LIVRO-REPORTAGEM
  4. ESCREVER PARA EMPODERAR
  5. RETRATOS DA LEITURA EM BIBLIOTECAS ESCOLARES – BIBLIOTECAS NA ESCOLA FAZEM DIFERENÇA NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS?
  6. DROGAS – É BOM, MAS É RUIM
  7. GLOBO APRESENTA: EDUCAÇÃO “NOSSO LUGAR NO MUNDO”
  8. INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA: COMO ENTENDER O DINHEIRO PODE MUDAR A SUA VIDA
  9. IV SLAM COLEGIAL FLUPP
  10.  O SÉCULO XXI PARA PAIS E FILHOS
  11. MUITO ALÉM DA MÚSICA
  12. PADRÃO DE BELEZA
  13. LITERATURA ARCO-ÍRIS
  14. EVASÃO DE PRIVACIDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: