Listas

TOP 10: livros mais difíceis de ler

As chances de algumas pessoas me odiarem depois desse post é grande, mas lembrem que gosto, cada um tem o seu. Devem existir alguns outros, porém esses são os que eu lembro, os que foram mais marcantes.

Alguns chegaram a me deixar de ressaca literária, outros eu nem consegui terminar (mas ainda pretendo), mas vamos falar um pouco mais disso no decorrer da lista. Não me odeiem!

1. Lua Nova

IMG_4026

Eu já amei Crepúsculo, do fundo do meu coração. Por mais que eu soubesse que era péssimo, falava que os filmes eram a coisa mais maravilhosa do mundo, mas os livros eu não conseguia defender.

Não posso falar muito de Eclipse e Amanhecer porque nunca consegui passar da quinta página de Eclipse, mas acho que nunca demorei tanto para ler um livro quanto Lua Nova.

Esse livro é muito chato, muito enrolado e com uma descrição extremamente detalhada. Livros com excesso de descrição são realmente mais difíceis de ler, mas se a história for boa (como Hobbit, por exemplo), você lê de qualquer jeito. Agora Lua Nova simplesmente não dá.

2. Espada de Vidro

IMG_4027

Não me entendam mal, eu gosto de Rainha Vermelha, muito mesmo, mas parece que os livros de número par são sempre os piores (parece o Windows). Eu adorei o primeiro (Rainha Vermelha), amei o segundo (A Prisão do Rei) mas Espada de Vidro (e aparentemente Tempestade de Guerra) não tem como ajudar.

Foi um livro bem complicado de ler que quase me deixou de ressaca literária e que não vale seu tamanho. Aconteceram coisas importantes, é verdade, mas nada que justifique suas quase 500 páginas. Elas poderiam ser reduzidas à 200 e estaria ótimo.

3. Tão Insano Quanto Você

IMG_4021

Apresento o livro que meu deu a ideia para esse post. Que livrinho desgraçado. Vocês sabem do meu amor por livros baratos que parecem interessantes e esse foi o caso. Um livro por R$10 completamente diferente, é exatamente o tipo que eu gosto.

Para quem não sabe como é esse livro, o que eu acredito que seja a maioria das pessoas, ele é uma história contada inteira em formato de listas. Exato, é muito inusitado.

Admito que quando comprei, já não esperava grande coisa. Adquiri uma mania da Thais que é ler resenhas de livros no skoob quando quero comprar um que não conheço e, enquanto alguns resenhistas falavam muito bem, outros detonavam o livro.

Mas eu fui trouxa e comprei. Pelo menos agora tenho mais um livro para falar mal eternamente aqui no blog, nem tudo está perdido.

4. O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares

IMG_4020

Mais um livro para a lista de enrolação extrema que poderia ser cortada pela metade. A história era até interessante, mas o livro demora uma vida para realmente entrar nos eixos, a maioria dos personagens é extremamente irritante e inútil, tentaram criar um casal romântico mas apenas fizeram uma mulher com dezenas de anos de idade se apaixonar por um adolescente apenas porque ela foi apaixonada pelo avô dele. Vocês percebem como isso é doentio?

5. Um Corpo na Biblioteca

IMG_4024

Nunca achei que eu falaria mal de um livro da Agatha Christie, mas aqui estou eu fazendo exatamente isso. Foi o primeiro livro que li com a Miss Marple e me decepcionei muito. Era um mistério até interessante, mas os personagens, além de serem muito numerosos, foram bem mal criados. Como surgia um nome diferente a cada cinco segundos, tornava difícil a memorização deles, junto com o desenvolvimento do livro.

Demorei muito tempo para lê-lo mesmo sendo um livro relativamente curto e, pelo que me lembro, ainda fiquei com ressaca literária depois. Foi realmente triste.

6. A Fórmula da Felicidade

IMG_4025

Esse é um dos livros que comprei aleatoriamente na Bienal do Livro do ano passado. Admito que fiz uma certa besteira lá, comprei muitos livros dos quais eu nunca tinha ouvido falar, mas que tinham um preço bom, uma capa bonita e uma sinopse aceitável.

Para não dizer que esse livro foi uma completa falta de tempo, o último capítulo foi realmente bom, uma análise matemática da criação do mundo. Esse último capítulo foi basicamente o que eu esperava que teria nas últimas páginas, mas não teve.

7. O Teorema Katherine

IMG_4023

Admito, nunca cheguei no final desse livro. Na verdade, não cheguei nem na metade. Parece que foi algo criado para pessoas que se acham inteligentes poderem dizer para as outras que leram O Teorema Katherine.

Parece aquelas pessoas que se acham super inteligentes porque conseguem entender The Big Bang Theory. A diferença é que The Big Bang Theory é uma série de humor, é engraçado. Não é um bando de informações completamente inúteis e desnecessárias, nem um personagem engraçado que está passando essas informações.

Eu ainda pretendo termina-lo, mas apenas para tirar da minha lista.

8. Uma Menina Está Perdida No Seu Século À Procura do Pai

Eu poderia citar uma tonelada de livros que fui obrigada a ler por causa da escola, mas esse foi o único que cheguei a terminar. Que livro péssimo! Acho que fui a única pessoa que realmente leu esse livro na minha sala (além da professora, claro) e lembro que quando acabei, tive que ficar debatendo com a professora por um bom tempo para entender.

Eu gosto de livros complexos, mas esse era um completamente viajado. Um cara que passa um livro inteiro com uma menina e depois percebe que ela era uma alucinação. Oi?

9. Milagres Já

IMG_4022

Mais um aleatório da Bienal. Eu achei que esse livro seria no estilo de hackeando tudo. Lembro que estava na fila para pagar por outros livros e vi esse, dei uma folheada, mas não li sobre o que ele realmente falava.

Não tenho preconceitos quanto à livros, leio praticamente qualquer coisa, mas existem assuntos que não me interessam. Não sou a pessoa mais religiosa do mundo e esse livro falava muito de religião. Além disso, ainda juntou com ioga e meditação, que são dois assuntos que também não me interessam muito… Resumindo, o livro não foi feito para mim.

Mas entendam, não estou dizendo que ele é ruim, apenas que fala sobre assuntos que não têm muita relação comigo.

10. O Poder de Ligar o Foda-se

Esse é um ótimo exemplo de um livro irritante. Enquanto outros livros de autoajuda fazem questão de dizer que você é o responsável por tudo que acontece em sua vida (uma mensagem completamente errada de se passar para as pessoas), O Poder de Ligar o Foda-se quer, basicamente, que você deixe tudo nas mãos do destino.

Claro que é impossível ter tudo aquilo que queremos, mas é preciso colocar pelo menos um pouco de esforço. Ninguém vai chegar para você do nada e te dar uma bolsa para a faculdade que você quer, você precisa estudar. É impossível que te encontrem na rua e ofereçam um emprego com um salário bilionário.

É verdade que não podemos controlar cada detalhe de nossas vidas, é impossível, mas também não podemos esperar que as coisas simplesmente caiam em nosso colo e é basicamente isso que o livro quer que a gente faça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: