Listas

Meus casais literários preferidos

Quem acompanha o blog sabe que eu amo livros com clichês, principalmente casais clichês. Por isso, por que não fazer um post inteiro falando desses casais maravilhosos?

Antes de começar de fato, quero fazer uma menção honrosa à um casal que está me encantando: Emy e Hideo de Warcross. Como ainda estou na metade do livro, ainda não posso dizer o quanto vou gostar deles, mas, por enquanto, eles estão ótimos juntos.

1. Malec – Magnus e Alec

Não tinha como não falar do meu casal preferido atualmente. Quando comecei a ler Cidade dos Ossos, comecei a assistir a série Shadowhunters também, mas parei porque achei muito ruim (me desculpem os que gostam). Conforme o livro foi avançando e Malec foi aparecendo, acabei gostando muito dos dois e voltei a assistir a série.

Eu gosto muito de ter um fundo sonoro enquanto estou fazendo algo, antes eram vídeos no YouTube que eu deixava na reprodução automática, agora é Shadowhunters. Inclusive agora, enquanto estou escrevendo, estou assistindo a série.

O melhor desse casal é o bem que fez para o Alec. Ele cresceu com Jace sendo a estrela e ele sendo só o ajudante, coisa que acaba com a autoestima de uma pessoa. Alec é lindo, tanto na série quanto no livro, mas Jace é sempre o que tem a atenção. Já Magnus nem olhou para Jace e fez Alec recuperar a confiança.

Já assisti absolutamente tudo que tem na internet sobre Malec e continuo assistindo a série constantemente. Provavelmente vai acontecer igual o que aconteceu com A Seleção, que li super rápido e depois fiquei triste porque acabou, mas fazer o que?

2. Peter e Lara Jean

O que dizer desses dois? Quando o livro começou, eu jurava que Lara Jean iria acabar com Josh. Era o mais óbvio, os dois que se conheciam desde crianças, ele estando apaixonado pela irmã dela, mas depois percebendo que não era exatamente isso que ele queria e etc. Era o clássico clichê. Mas ainda bem que não é isso o que acontece.

Peter estava claramente em um relacionamento tóxico antes, então foi muito bom que Lara Jean o tirou disso. Do mesmo jeito que Lara Jean tinha medo de gostar de alguém e Peter a fez mudar de ideia. Que saudade dessa série.

3. Alex e Milles

Esse é um casalzinho um tanto complicado por vários motivos. Primeiro nem sabemos se ele realmente existe. Segundo que são duas pessoas com problemas. Mas caramba… Eles são tão fofos. Já era óbvio que aquela implicância toda no começo acabaria com eles juntos, eles começaram a se “odiar” do nada.

E também tem aquela história de que uma das maiores lembranças dela envolvia um tanque de lagostas e um menino de olhos azuis. Tinha que ser o Milles.

4. Maxon e America

Não conheci ninguém que leu esse livro até agora e não gostou do casal principal. Os dois personagens são muito bons, mesmo que o Maxon seja meu preferido. Gosto muito do livro de contos porque os outros livros são todos narrados na visão de America, o que deixa muito complicado entender o que está acontecendo na cabeça de Maxon, então ver pelo que ele passava e entender um pouco mais de sua história faz com que ele se torne um dos meus personagens preferidos da vida.

5. Rose e Dimitri

Como não falar desses dois? A Rose é uma das melhores personagens principais que existem e faz um par perfeito com Dimitri. Mesmo tendo toda aquela história de aluno e professor, é engraçado ver como um completa o outro. Rose é a pessoa impulsiva que precisa de alguém que a faça sossegar. Dimitri é a pessoa que não se abre com ninguém e guarda um bilhão de segredos e pensamentos e precisa de alguém para poder desabafar.

6. Rony e Hermione

Como eu comecei a ler depois de todo mundo, eu já sabia que eles ficariam juntos. Por isso, foi muito legal acompanhar eles desde pequenos e ver a evolução dos dois. Eu critico muito Rony pelo jeito que ele tratou Hermione várias vezes, por ele ter namorado com outra pessoa apenas para provar para Hermione que não precisava dela, sem contar nas incontáveis vezes que ele a abandonou. Porém, por mais que algumas vezes pareça que a autora esquece disso, eles ainda são crianças que não entendem direito relacionamentos. É aquela história do primeiro amor, mas tem uma pessoa tentado mata-los no meio, nada demais.

Então sim, eles entram na minha lista por terem conseguido superar tudo e ficar juntos no final. As cenas dos dois foram boas durante todo o livro e é notável o quanto eles amadureceram desde o começo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: