Resenhas

RESENHA: Warcross

Caramba, que livro. Eu nem pensava em fazer uma resenha sobre ele já que comecei a ler meio despretenciosa. Gosto de sempre ter um livro no Kindle para ler e esse pareceu ser interessante, mas não grande coisa. Que erro meu.

Esse livro segue muito a premissa de Black Mirror. Quando você começa a ler, pensa que viver em um mundo em que Warcross existe seria incrível, colocar um óculos e ir para outra realidade ou adicionar coisas diferentes à sua própria, sem falar nas batalhas que são basicamente uma bandeirinha turbinada (não sei se o jogo é chamado de bandeirinha em todos os lugares, mas é basicamente um grupo tentando roubar a bandeira do outro grupo).

Só que, assim como em Black Mirror, eles mostram algo no final que te faz questionar se isso realmente seria bom ou não. O Neurolink trabalha com o cérebro das pessoas, mas todos acharam que seria uma via de uma mão só. Ninguém pensou que do mesmo jeito que eles mexiam com o Neurolink, o sistema poderia controla-los também. Porque claro, é uma coisa bonita, que te ajuda a fugir da realidade. Seria a mesma coisa que saber que estão te controlando pela internet. Você pararia de usar mesmo sabendo disso?

E aí vamos para Emy e Hideo. Eu fiquei super chateada de saber que ele era o vilão da história. Claro que mudou completamente o rumo do livro e fazia muito sentido já que não tinha lógica Zero tentar destruir o Warcross sem algum motivo no mínimo razoável. Mas caramba, eu gostava deles juntos. E o que me deixa mais brava é que eu estava conversando com um amigo sobre o livro e ele disse que no final, o jogo começaria a matar as pessoas. Eu disse que no final, ela acharia o hacker, ganharia o campeonato e viveria feliz para sempre com o Hideo. Ele acertou mais que eu…

Essa é a melhor coisa desse livro. Você passa o tempo todo achando que entende alguma coisa, que sabe o que está acontecendo, mas no final percebe que estava errado em todos os aspectos possíveis.

O que me leva a Sasuke. Primeiramente, que nome estranho. E segundo, eu já esperava. Não havia mais ninguém para ser o Zero, até mesmo Tremaine acabou sendo um dos caçadores. Cheguei a considerar aquela menina que Emy conheceu antes de ser escolhida para sua equipe, mas descartei depois de um tempo já que ela sumiu completamente depois de um tempo.

Mas eu preciso deixar claro que essa história de Sasuke fez com que eu não deixasse de gostar de Hideo. Pense na sensação de você saber que seu irmão sumir e que sua família foi completamente destruída por algo que você fez. Claro que Hideo não queria que aquilo que acontecesse, mas foi ele que deixou seu irmãozinho pequeno sozinho. Eu não culpo Hideo, de maneira alguma pelo que aconteceu com seu irmão, mas temos que considerar como ele se sente.

E é justamente por isso que não o culpo por fazer o que fez com o Neurolink. Ele está certo? Não! De maneira alguma. Porém, ele é um cara perturbado que precisa de ajuda.

Novamente, entramos naquela onda de nos questionarmos se o que ele está fazendo é certo ou não. Seria um mundo completamente sem violência. Sem roubos, estupros, assassinatos, guerras, sem qualquer coisa. Mas assim como Emy disse, isso tiraria o poder de escolha das pessoas. O quanto demoraria até que o poder subisse à cabeça de Hideo? Até ele mudar o algoritmo para que as pessoas sigam apenas o que ele quiser? Ou até outra pessoa invadir o Neurolink e comandar tudo?

Resumindo, o livro é realmente muito bom. Já estou louca para ler o próximo para saber o que acontece com Hideo. Acho praticamente impossível que ele acabe com Emy, por mais que eu queira muito. Também espero que expliquem o que realmente aconteceu com Sasuke. Mas mais importante que isso, eu espero que o Warcross e o Neurolink acabem, eles já se provaram não ser confiáveis.

Gostei muito desse livro porque ele conseguiu me deixar tensa em vários momentos, coisa que é muito difícil. Então sim, ele entra para a minha lista de livros preferidos e eu realmente espero que o segundo não estrague a duologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: