Resenhas

RESENHA: Desejo Imprudente

Aspirante a estilista, Emily é uma mulher de 23 anos que vê sua vida mudar completamente ao aceitar o convite da amiga de infância, a bem-sucedida e modelo mundialmente famosa Audrie Hills, para integrar sua equipe de desfiles.

Rodeada pelo luxo e glamour do mundo da moda, e inserida em um lado da vida de Audrie que não conhecia, Emily começa a perceber que a amiga de atitudes um tanto egocêntricas e que mantem um relacionamento invejável de cinco anos com Noah Mitchell, vocalista de uma popular banda de rock, não é exatamente o que pensou ser. O que inclui também o homem de olhos castanhos que detém o título de namorado, arrogante e apático diante as câmeras, mas que longe delas é totalmente diferente do que pensam.

Com a concepção sobre relacionamento perfeito abalada, a visão sobre a amiga que tanto ama cada vez mais deturpada e um interesse inesperado por Noah, Emily tenta controlar seus sentimentos, mesmo complemente rendida ao desejo imprudente que nasceu pelo namorado de sua melhor amiga.

Falo pela Thais também quando digo que nunca falaremos que gostamos de um livro só porque é uma parceria, mas é engraçado que todos os autores que nos convidaram são muito bons e o da vez não foi diferente.

Antes de começar a resenha, quero deixar duas coisas bem claras: o livro não é para menores de 18 (definitivamente não) e eu vou dar muitos spoilers porque não tem como não comentar o final.

Desejo Imprudente é uma trilogia que conta a história de Emy e Noah. Só li o primeiro livro, mas é impossível não continuar depois daquele final. Eu já estava preparada para chegar aqui e criticar a história da Diddie, já que falaram dela durante o livro inteiro e não apareceu um confronto entre ela e Emy. Que grande erro meu.

É muito triste quando iniciamos uma série mas não temos vontade de continuar, por isso é importante elogiar o autor quando ele consegue nos cativar. E a sinopse do segundo livro… Meu Deus.

Mas vamos largar um pouco o final e falar mais do resto. Gostei muito de Emy porque ela é uma personagem muito caracterizada e que combina muito com as mulheres atuais. Antes, o foco de qualquer mulher era casar e cuidar dos filhos, mas agora é diferente, agora queremos fazer faculdade, ter nosso emprego e não depender de ninguém. Emy não é diferente e trabalha igual uma condenada para estabilizar sua carreira.

Com o Noah já tenho uma relação de amor e ódio. Quando ele está com Emy, ele é aquele cara perfeito, concordo. Mas ele fica constantemente enrolando Emy e Diddie. E em relação à Diddie, tanto Emy quanto Noah estão errados, porque não teria problema nenhum eles terem um relacionamento se tivessem contado para Diddie.

Outra coisa que me chamou muita a atenção foi o humor do livro. É difícil me fazer rir com um livro, então tenho que dar créditos à autora, principalmente no começo com aquela história do batom borrado. Como eu estava lendo digitalmente, tirei print e mandei para um monte de gente, porque eu amei aquela cena. A sinopse da a entender que vai ser um livro clichê, então quebrar essa imagem logo no começo é bom porque já mostra que não vai ter como ficar adivinhando o que vai acontecer.

Resumindo, o livro é sim muito bom. O casal principal tem uma interação ótima, o humor é muito bom, os personagens são todos legais e o final te deixa com muita vontade de continuar. Já deixo avisado, esperem resenha do resto da série aqui no blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: