Extras

Kindle Unlimited

O Kindle Unlimited nada mais é do que uma plataforma da Amazon muito parecida com a Netflix, só que com livros. Estou com ele há mais de um mês e usei muito durante esse tempo, então acho que tenho uma base boa para falar sobre ele.
Uma coisa óbvia, mas que sempre é bom comentar: são ebooks. Sim, tem gente que não suporta ler um livro em formato digital e precisa dele em mãos. Mas isso não quer dizer que a plataforma seja ruim, só que algumas pessoas conseguem se adaptar e outras não.
A maior vantagem de ler um ebook, para mim, é poder ler em qualquer lugar. Depois que assinei o Kindle, criei uma necessidade de ler sempre dois livros ao mesmo tempo: um físico em casa e um ebook em qualquer outro lugar. Eu passo muito tempo na faculdade e não quero correr o risco de estragar meus livros dentro da mochila ou perde-los. Com ebooks não tenho esse problema, é só carregar o tablet ou o celular para onde eu for.
O que me leva a um ponto de que gostei bastante no Kindle. Posso começar a ler um livro no celular e continuar na mesma página no tablet. É muito chato ter que ficar lembrando dá página em que paramos. Nem sempre podemos parar no começo de um novo capítulo (quem lê no ônibus sabe)!
Tanto meu celular quanto meu tablet possuem uma tecnologia que muda a cor e o brilho da tela de acordo com a iluminação do ambiente. Claro que isso não é por causa do Kindle, mas posso dizer que é muito bom ler um ebook antes de dormir desse jeito. Já posso ler com a luz do quarto apagada e só deixar o celular/tablet do meu lado quando eu quiser dormir.
O preço da assinatura é maravilhoso. Eu dei a sorte de poder assinar três meses por R$1,90 durante a bienal (não sei se era uma promoção exclusiva da bienal), mas o preço normal é R$19,90.
Gente, é menos que um livro. Você pagará esse valor por mês e terá acesso à milhares de ebooks para ler e reler quantas vezes quiser.
Mas já aviso que nem todos os livros estão disponíveis no Kindle. Você pode ler milhões de títulos, mas nem todos. Muitos livros devem ser comprados separadamente na loja da Amazon, mas por um preço muito menor do que seria normalmente (comprei P.S. ainda amo você por R$8,20).
Gosto muito da opção de ler uma amostra grátis. Geralmente é o prólogo e um ou dois capítulos. Claro que isso não dá a certeza de ser um livro bom ou não, mas já dá para ter uma ideia. Não tem nada pior do que gastar uma fortuna em um livro e não gostar dele. Quando o livro não me cativa já no começo, é difícil eu levar até o final, então prefiro ler uma amostra do que me arrepender depois.
E não pensem que só tem livro desconhecido. A coleção inteira de Harry Potter está lá disponível. Então dependendo da velocidade com que você lê, pagará menos de R$20 pela coleção inteira.
Outra coisa que você pode fazer, é dividir sua assinatura com outras pessoas. Não sei, talvez você ache que não vale a pena o valor, ou quer “emprestar” um livro para alguém. É só passar o email e a senha e a outra pessoa pode aproveitar as mesmas vantagens que você.
Sobre o Kindle Paperwhite, não sei se compensa. Eu entendo que até pouco tempo, ele apresentava várias características que, em se tratando do propósito de leitura, ele bateria muitos tablets. Mas analisando um pouco, a versão mais barata dele custa R$299,00. Claro que você não compra um tablet por esse preço, muito menos um que preste, mas se você quer realmente se dedicar à leitura e não faz questão de ter o livro impresso, você realmente acha que não vale a pena?
Eu entendo que a sensação de ter o livro nas mãos, sentir as páginas, é simplesmente maravilhoso. Mas ler apenas em ebooks é muito mais barato. Principalmente quando você tem o Kindle.
Mas voltando ao Kindle paperwhite, não acho que o investimento no dispositivo vale a pena. É a mesma coisa que comprar um iPod. O iPhone faz a mesma função (escutar músicas) e muitas outras. Então não tem lógica pagar um preço absurdo por isso.
Não digo que nunca comprarei um Kindle paperwhite, a opção de uma bateria que dura dias me chama muita atenção. Mas agora já estou muito feliz lendo no meu tablet e não acho que pagaria R$300 só por uma bateria.
Pretendo falar de ebooks novamente. Eu continuo comprando muitos livros impressos, mas gosto muito de ter a possibilidade de ler em qualquer lugar, então acho que esse pode ser um assunto recorrente.
Assim que minha assinatura de três meses acabar, vou começar outra regular. Simplesmente não consigo mais passar por minhas aulas de física sem poder ler meu ebook.

um comentário

  1. Eu andei me interessando uma época, mas tinha muitas e muitas dúvidas, então conversei por chat com a Amazon. Também andei procurando autores que eu mais gostava pela Amazon, e olhando se na pesquisa constavam os livros deles no Kindle Unlimited, a resposta é não, apenas um ou outro. Gostos de livros policiais, dramas, comédias românticas, suspenses, bdsm, e outros, e dos autores mais conhecidos haviam poucos, e numa das perguntas feitas a eles, é que os livros lidos enquanto assinante do Kindle Unlimited só ficariam no meu Paperwhite enquanto assinasse o serviço, depois, quando e se saísse, desapareciam. Perdi o interesse. Mas também quando leio um e-book nunca mais o leio de novo, seria uma boa razão pelo aluguel do mesmo, por ora sigo parado, sem e-books, somente leituras físicas. Hoje terminei de ler o livro Um Mar de Segredos, de Catherine Steadman.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: